Publicado por: correnteviva | julho 17, 2009

Um jeito diferente de olhar:entendendo o conceito de gênero

O conceito de gênero foi produzido pelos Cientistas Sociais, com a idéia de discriminar, de separar aquilo que era o fato de alguém ser macho ou fêmea, e o trabalho de elaboração, de simbolização que a cultura realiza sobre essa diferença sexual. (HEILBORN, 1997, p. 51)

Os governos buscaram introduzir a abordagem de gênero no processo de formulação de políticas públicas, como um mecanismo que promova ações mais eficazes para o desenvolvimento humano e social das mulheres.

Gênero hoje se tornou bastante discutido, embora haja diferentes apropriações teóricas com relação ao termo e isso causa várias implicações, principalmente na relação de poder, ou seja, um gênero dominante e um gênero subordinado.

Percebo que em geral a mulher pobre se concentra em trabalhos mal remunerados, precários e no trabalho informal enquanto a mulher branca recebe uma remuneração salarial menor que os homens para executar o mesmo trabalho e se ela for negra a discriminação ainda é mais acentuada.

Essas diferenças salariais dão visibilidade às discriminações de gênero e raça. O trabalho doméstico absorve muitas mulheres e parte de seu tempo e nem sempre é considerada ativa no mercado de trabalho.

Em geral, são as mulheres pobres e negras que não dispõem de equipamentos sociais como creche, pré-escola, programas educacionais para colocarem seus filhos, o que dificulta ainda mais a possibilidade da mesma conseguir um emprego.

Entendo que essa é uma forma que implica em maior vulnerabilidade à situação de violência doméstica, a situação de prostituição, a possibilidade de contaminação feminina por HIV.

Considero que a discussão desse assunto seja essencial para provocar mudanças. A idéia é que, com a reflexão sobre a situação da mulher e a divulgação de informações, possamos enfrentar esses e outros desafios e consolidar as conquistas feitas nos últimos anos.

5

Esse novo olhar é o que permitirá a mudança necessária para que os direitos das mulheres sejam respeitados. Não se trata de privilégios, mas da aplicação da lei e dos direitos.

Lucia de Fátima da Silva, Assistente Social, CRESS n.38.793


Responses

  1. Querida Lucia,

    Gostei muito do seu texto! Acredito que teremos um mundo melhor quando não houver esta hierárquia entre homens e mulheres, mas a concepção e atitude de que somos iguais.

    Um beijo grande.

    Marcia
    PMM


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: